sábado, 29 de agosto de 2009

“Minha fraqueza”



Mania de grandeza,
Talvez,mas quero ser mais
Quero evoluir
Quero te ver de baixo pra cima.
Quero te ver tão alto que você não consiga me enxergar
Te quero tao maior,que seu cheiro tome meu ar
quero te ver acima, muito acima do que sou
Te quero brilhante,quero ser só mais um,entre tantos a te olhar.
Tantos que você não consiga mais lembra de minha existência
Quero sorrir feliz com sua alegria.
e te amar cada vez mais,mais e mais.
Ainda que você esteja cada vez mais e mais distante
Quero mais,quero te deseja e não ter,
quero te amar e nem por isso ser amado.
Quero chorar de alegria ao te ver tão grande a ponto de poder escolher
entre muitos outros melhores
Quero evoluir
Mas é só um querer
Sou normal
Talvez amanha
Agora quero você na minha medida
Te ver de igual pra igual
Deseja e te ter
Beijar e ser beijado
Amar e ser amado
Quero você
Me perdoe o egoísmo.
É que me apaixonei
Sidney Caetano Filho

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

"CARNE EM DECOMPOSIÇÂO"



AMOR
Qual tosco orgão humano receberia tal nome?
E qual vulnerável o seria?
Se tão fácil se contamina,
por vírus do desejo, bactérias da paixão
Tal orgão não mudaria de nome ao se inchar,
causando a seu dono tão grande dor , e delírios
que não o permita querer a cura.
Qual Carne canibal não comeria,de tão amargo sabor?
Certo teria tal nome
“AMOR”
Sidney caetano filho

sábado, 22 de agosto de 2009

"Eus, NóS Eus!"



Não poderia ser diferente esta relação,e a quero assim.
Ele aparece quando ela já cansou de ficar
Ela vai embora sem reclamar
Eu as vezes quero que ela fique,mas os dois
não podem estar ao mesmo tempo comigo.
Ela sai, ele chega devagar.
De dois em dois dias ele vem
Na estrada não posso te lo sempre
Então quando ele chega, já parei em algum lugar
A noite, de banho tomado,cama feita ,o espero sem pressa na cabine do caminhão
Ela vai saindo,sabe que é imprópria sua presença
Ele vai chegando, me encontra deitado e me toma
De manha ela chega absolutamente dona de mim.
Ele já se foi, oito horas de prazer.
E dela que gosto mais,mas não posso viver sem ele.
Algumas vezes ele aparece antes que eu o queira,
brigo com ele, tento fazer com que vá embora ,insisto pra que ela fique.
Muitas vezes ele me colocou em perigo, quando chega é mais forte ,
me pega em qualquer lugar, de qualquer jeito e me possui.
Quando estou em casa dificilmente brigamos,
Ela sai, e eu me entrego com prazer ao “Sono”,
que saciado me devolve a “Insonia” de manha,
Sidney caetano filho