sábado, 5 de setembro de 2009

TINTA FRESCA


Por impulso,roubei seus lábios com um beijo
Os carrego como cobertura dos meus
A noite e a tela
De uma fotografia
lhe tiro a roupa em minha imaginação, e pinto
A musa a noite é ela
Tinta, pincéis e cores
Tão linda imagem,que todas cores
se juntam, me dando um branco de amor
Loucura de desejos meus
Quando acordo
Onde estão meus lábios?
Colado ao seus
Onde estão seus lábios que pintei na tela?
Colado ao meus
E a tela?
Cara,a tela...
Tinta fresca...
Um beijo...
Sidney Caetano Filho

3 comentários:

ivone fonseca disse...

Sinto um cheiro de amor no ar...

Anônimo disse...

Por impulso deixei que voce roubasse mesmo em tela,em tinta fresca.no branco de amor senti teus lábios junto aos meus!
Te amo na tela ou fora dela!
Te amo,te amo
Beijos,muitos
Simplesmente eu
Totalmente sua...

Ana disse...

Amei seu poema!
Parece uma alucinação...
Misturando real, sentimento com desejos...
Amei...

E surpresa tive eu ao ver um novo leitor em meu blog...
Seja muito bem vindo a ele, e claro, virei outras vezes aqui!