sábado, 14 de maio de 2016

Golpe?

Viva democracia a demagogia, a burocracia
Viva assepsia mental
Viva a putaria institucional.
Mais um golpe !
Nos fazer acreditar que ainda exiti aqui, Democracia
Acreditar que direito a falar , basta
Que democracia e o direito a essa toda falácia
Fala imprensa, fala demagogo, fala geral
Fala safado, fala senador, fala deputado
Fala promotor,fala juiz, fala ministros, fala ladrão
Fala povo, fala eu
Fala bundão
Sidney caetano filho

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Suas palavras.

São minhas as palavras?
ou são pra quem as digo?
Pertencem a boca que as pronunciam?
Ou ao ouvidos que nem sempre ouvem?
Ser ou não ser!
Alguém da plateia diria sem sombra de duvidas
Ser de Hamlet
Um outro,então indignado, reclamaria
a autoria da obra gritando, é de William shakespeare.
Mas," Kant " ,Immanuel kant se cala.
Filosofia , palavras de um alguém pra todos
ou ninguém.
Sidney caetano filho

domingo, 17 de janeiro de 2016

       Politica brasileira


Te disseram que urna não é latrina?
Que democracia em grego significa governo do povo
Então, de que  urna falam?
Povo?
O povo que a nossa democracia representa, esta no congresso
no senado , no judiciário, nos ministérios e na presidência
Eleitor é tão somente, "Fantoche" em suas mãos
Não escolhemos ninguém
As quadrilhas "Partidos" é quem escolhe, o que dentre os podres devemos escolher
E urna é latrina sim
Nas eleições
Adentramos aquele espaço privado
Como privada de boteco copo sujo
Damos aquela cagada
Apertamos aquele botão de confirmar, como apertamos o botão de descarga
Mas infelizmente;
Só depois e que vamos ver
o quanto vai feder.

Sidney caetano filho


              Sobre mim!

Falar de você!
Como?
Sei apenas que gosto
Falar de você
O que?
Sei apenas que é linda
Falar de você
Se não a conheço
Falar de você, impossível!
Estarei sempre cego diante de você
Sem poder te ver, como falar de você?
Há muita luz em você
Queria te fazer uma poesia
Mas como?
Sei tão pouco
Só que te amo
Que te quero
Tudo que sei,é o que sinto sobre você
É minha imaginação, te querendo e te construindo segundo meus desejos
Falar de você?
Que me machuca sem querer
Que é dona de toda minha saudade.
Toda minha memoria,
são lembranças de um desconhecido desejo
Falo então somente de mim.

Sidney caetano filho