sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

É DE GRAÇA

Quanto custa?

Ela chegou assim,sem motivos aparente,foi invadindo e expandindo,estava despida,
com um cheiro só seu , num lugar que de especial só mesmo com sua chegada,
sem centavos nem palavras . O sorriso era todo meu,eu estava assim,despido de qualquer vaidade,absolutamente vazio,tão vazio que absorvi por inteiro o que me viera sem ônus.
Por tanto tempo a procurei,quis ser visto,me vesti de finas roupas,me perfumei com aromas que a todos agradavam,fui o profissional que todos queriam, mas não a conquistei .
Vesti o que me era mas confortável , tão somente com o cheiro de frescor de um bom banho,passei a ser o profissional que eu queria ser , e de graça ela me apareceu .
A felicidade é gratuita, pena termos de pagar tão caro pra tristeza ir embora.
Sidney Caetano Filho

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Parece tarde

Regozijar

Torci fervorosamente,quase enfartei,mas na ultima curva ,Felipe foi ultrapassado.Passaram se alguns dias,ate que os americanos elegeram o primeiro Presidente Negro naquele pais, voltei à curva onde outrora nenhum negro conquistara, gozei com vitória Louis Hamilton,em um esporte em que “Formula única” fora sempre branca,abra te porta,“libertas que sera tamen”,sinto me orgulhoso de fazer parte desta raça,“Raça humana”.O sonho vai , ainda que em lentos passos,sendo realizado.
Sidney caetano filho.

domingo, 25 de janeiro de 2009

medo

Medo de mim,

Olhe pra mim,quero me ver!
Quero você meu espelho. Seus olhos visto por mim,
refletem um pouco do que sou para mim e tudo que sou pra você .
Qual de nós enxerga minha verdade?
Olhe pra mim,serei mesmo assim,.seu medo me assustou. Seu sorriso me alegrou,suas lagrimas me fizeram chorar.

sábado, 3 de janeiro de 2009

PURO AMOR

Amor .
Quero amor de verdade.
Amor , o de verdades , amor leve , o de verdade , o de irmão , o paterno , o materno , amor , o de
verdades ,o sutil , o de amigos , amor de verdade , amor fraternal . Amor ao desconhecido , amor de verdades , amor ao patrão , amor ao peão, amor de verdade. Quero mais.
Amor ao ídolo, amor ao mendigo,amor de verdades,amor ao joão e a maria , amor de verdade.
Amor, o de “Gandhi” , o da conquista pela paz , amor de verdades ,amor ao trabalhador e ao vagabundo,amor de verdade , o com medo em busca do justo , amor ameaçado que tamanho se infla de coragem e enfrenta o medo , amor de “Dorothy” , de “Chico mendes” , amor de verdades , amor de “São Paulo” que de maneira alguma pode ser confundido com o dito amor de “Camões “, amor de verdade. Amor que mesmo machucado , perdoa . Quero mais. Amor , o sem mentiras , amor de verdades. Amor que as vezes menti , pra agradar , amor de verdade. Amor que fere pra não machucar,amor de verdades , amor que se deixa ferir pra salvar,amor de verdade. Quero mais; quero amor.
Sidney caetano filho,

Felicidade

Felicidade


A felicidade de Maria ninguém pode apagar,vinte anos de amor correspondido.
Flores e beijos constante,passeios românticos que não deixaram de existir
depois dos seis filhos,amor palavra constante e sentida.
A cada parto a emoção compartilhada,e as tarefas também.
Se a felicidade é verdadeira,ninguém pode apagar a felicidade de Maria.
Ninguém pode apagar a felicidade de Teresa,felicidade que a espera
do marido,explodia com sua chegada,ninguém pode apagar a felicidade de Teresa.
Flores e bom bons na chegada,carinhos e caricias e a presença sentida mesmo
na ausência,com a lembrança de tanto amor recebido,ninguém pode apagar
a felicidade de Teresa. Como o amor pode ser tão grande assim?
Só João pode dizer,a felicidade de João ninguém pode apagar,pensamentos e preocupações no mesmo peso,dedicação na mesma medida,
ninguém pode apagar a felicidade de João.
Nem mesmo a tristeza de descobrir Teresa,pode apagar o passado feliz
de Maria,tão pouco se imaginar traída por João pode apagar a outrora
felicidade de Teresa.
Nem mesmo abandonando João; Maria ou Teresa teriam como apagar
a felicidade que João a elas por tanto tempo proporcionou.
Nem a tristeza que se faz presente,nem o desespero de ver acabar um relacionamento,onde seu amor era verdadeiramente correspondido,
pode apagar a felicidade de João,que até então viveu verdadeiramente,
ainda que não possa provar.

Sidney Caetano Filho.