sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

É DE GRAÇA

Quanto custa?

Ela chegou assim,sem motivos aparente,foi invadindo e expandindo,estava despida,
com um cheiro só seu , num lugar que de especial só mesmo com sua chegada,
sem centavos nem palavras . O sorriso era todo meu,eu estava assim,despido de qualquer vaidade,absolutamente vazio,tão vazio que absorvi por inteiro o que me viera sem ônus.
Por tanto tempo a procurei,quis ser visto,me vesti de finas roupas,me perfumei com aromas que a todos agradavam,fui o profissional que todos queriam, mas não a conquistei .
Vesti o que me era mas confortável , tão somente com o cheiro de frescor de um bom banho,passei a ser o profissional que eu queria ser , e de graça ela me apareceu .
A felicidade é gratuita, pena termos de pagar tão caro pra tristeza ir embora.
Sidney Caetano Filho

3 comentários:

Lucimar Simon disse...

As vezes para as coisas acontecerem temos que está completamente nu, mas vestidos com um basico de simplicidade, humildade, solidariedade e verdade ela chega e fica, gostei do texto.
Boa ligaçao com a implicidade das palavras....

Clarinhaaa disse...

gostei daqui....

ja esta nos meus favoritos...
apareça!

Lu Nogfer disse...

Cada dia q posso entrar aqui, leio um pouquinho até quem sabe ZERAR...rs!e poder aguardar...simplesmente me extasio com seus contos,poesias...um grande mosaico d palavras q vao se organizando dando assim a vida um ar de mistério ou um grande sentido...

bjo no coração!