sábado, 25 de abril de 2009

"Saudades Do Primário"

Fardados tapados,embebecidos por uma música todo dia cantada.
Inocentes iguais, cantavam o sagrado hino.
Poderiam declama lo com todas as suas palavras,
por nenhum deles usadas,
decoradas por todos, desconhecidas da maioria.
Emocionados olhavam subir em cores fortes um
símbolo de pano com um lema,cuja palavra “Ordem”não parecia
significar organizar, mas obedecer sem questionar!
Sidney Caetano Filho!

6 comentários:

Lu Nogfer disse...

É engraçado!Hoje preparando no rascunho a proxima postagem onde recordo todas as fases vividas e aí coincidentemente voce posta esse delicioso texto o qual me faz recordar um pouco mais da minha infancia querida!Guardo com carinho e respeito otimas recordaçoes dos queridos professores e sinto saudades da fila e do hino nacional que decorei e até hoje sei.Raro pras crianças nos dias de hoje...
Que tempo bom!!Que doce saudade!
Beijos!
Fique com Deus!!!

Val Falcão disse...

Sim...saudades de meu primeiro que foi dividido por escolas em Vila Velha, Caricica e aqui Baixo Guandu...mas mesmo mudando algo que não mudava era isso que vc colocou em sua postagem....e sobre suas perguntas no meu blog, não tenho pc em casa e no meu trabalho blog é bloqueado é por isso que as vezes até demoro comentar algo, tanto que o Lucimar colocou meu email para quando ele postar ir automaticamente...então vc costuma vir aqui???
Obrigada pelos elogios, tb estou gostando muitos dos seus textos e comentarios...beijos

Regilene disse...

Suas palavras tem o poder de nos abraçar de falar coisas que nos faz sentir melhor, quem dera ser dona de tanta grandeza, sou apenas uma sentidora de sentimentos tentando harmonizar a vida com todas as coisas arredores, me sinto amadurando as lições da vida, aos poucos vou compreendendo o que não foi compreendido.

A escola é uma saudade feliz na minha vida foi nela que descobri esse dom que hoje me ajuda a melhorar um pouco de mim.

Saudades quantas são as saudades que nos completa!

Obrigada Sidney, te conhecer tem sido tão especial, que me faz sentir saudade de vc...bjuss

Clarinhaaa disse...

É...
esse episódio me lembra quando estadava no 1° ano, acho, e quando íamos para o pátio pq já era chegada a hora do hino, meus olhinhos já olhavam pta cima com o intuito de um apelo a Deus.
Com um leve sorriso conto que eu não sabia o hino de cor e como não era a mais alta da sala, ficava lá na frent, e quem não soubesse o hino, levava um beliscãozinho no braço.
Agora deixo só mais uma coisinha disso tudo: sou branca igual uma vela, relou já fico roxa!

Ai.. deixo beijos molhados pela lágrima que caía dos meus olhos!

Lucimar Simon disse...

Em fila sem olhar para os lados, e sem muita brincadeira, algumas pessoas falam sobre isso com saudosismo, mas nao penso que 1964 a 1988, foi para o "social" de todo positivo uma vez que nessa epoca em dominio militar os estudantes eram "maquinhas de pilotar" muito bom este texto nos faz refletir a passagem do tempo e as mudanças e continuidades na nossa vida

abraço

ivone disse...

O q dizer? deliciosamente saudoso!!! Simples assim