quarta-feira, 18 de março de 2009

“LIBERDADE DE EXPRESSÃO!”

Em cálcio crânio claustro construído,encéfalo detido,
neurônios mortos, outros tantos tortos,vãos de vazios.
Aneurisma escolhido,paisagem morta!
Rios de sangue,onde nadam seres melhores,
bactérias anaeróbicas,assexuadas.
Musgos, verde musgo.
Cinza massa em cinzas.
Cinzas ao vento
Cinzas libertas.
Ideias mortas!
Sidney Caetano Filho.

5 comentários:

Clarinhaaa disse...

que diferença de um post para o outro!!!
um tanto quanto pesado, misterioso e diferente!

ai...
beijos vivos!!!! ehehe

Lucimar Simon disse...

E viva essa liberdade, que tudo seja bem vindo, sem metrica ou regras que nos enquadre em porra nenhuma, por isso gosto da literatura, pois se desenho uma linha reta ela tem sentido para mim ou ate mesmo para outros.

Um. Dois, Tres, Viva!

Lucimar Simon disse...

Uma outra resposta, quanto as consideraçoes claro, mesmo sem o conhecer tambem sinto uma otima aurea em sua pessoa, e seus textos tambem sao fontes de luz para novas ideias e otimas reflexoes.

Aquele abraço, boa semana Amigo.

Lu Nogfer disse...

Adoro essa sua liberdade de expressao!!Essa ousadia nas palavras realmente me facina!
Vc é 10!!!
Beijos!!!

Regilene disse...

Fico feliz que através da minha sensibilidade pude captar um dia especial em sua vida e de certa forma presentea-lo através da minha alma.

Vim desejar um Feliz Aniversário e desejar muita inspiração e felicidades, saúde, harmonia e paz pra vc.

Parabéns!

Regilene